Carregando...

  • Home
  • Notícias
  • “A avaliação de conformidade é uma etapa fundamental”

“A avaliação de conformidade é uma etapa fundamental”

Em entrevista à Abrac, o presidente da Abilux e Sindilux, Carlos Eduardo Uchôa Fagundes, destaca a importância da avaliação da conformidade e as alterações pelas quais o setor de iluminação passará com a modernização do modelo regulatório

“A avaliação de conformidade é uma etapa fundamental”

O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Iluminação (Abilux) e do Sindicato da Indústria de Lâmpadas, e Aparelhos Elétricos de Iluminação do Estado de São Paulo (Sindilux), Carlos Eduardo Uchôa Fagundes, concedeu entrevista exclusiva à Associação Brasileira de Avaliação da Conformidade (Abrac) para falar sobre a importância da avaliação da atividade acreditada, o novo modelo regulatório do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), e o trabalho da entidade, que congrega e defende os interesses das empresas atuantes no segmento.

 

Fagundes é administrador de empresas e empresário. Implantou e foi o primeiro diretor do Departamento de Assistência à Pequena e Média Empresa da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). Em 1989 foi nomeado pelo presidente José Sarney para o cargo de secretário da Secretaria de Articulação com o Setor Produtivo na Secretaria Especial de Ciência e Tecnologia (hoje Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações).

 

Para alinhar temas de convergência, como a avaliação da conformidade e a modernização do modelo regulatório do Inmetro, a Abrac e a Abiluxi tem se reunido constantemente.

 

Segundo Fagundes, a Abilux entende que, independentemente da modernização proposta pelo Inmetro, em qualquer modelo de avaliação de conformidade, as certificadoras, os laboratórios e os fornecedores de produtos terão que ter uma maior responsabilização pelo produto ofertado ao mercado. “Diante disto as marcas das certificadoras e laboratórios deverão solidariamente responder por eventuais não conformidades. Dessa forma as marcas só deverão ser postadas quando houver escopo amplo de avaliação e não um escopo parcial”, defendeu.

 

Leia a entrevista completa:

 

Abrac - Qual a importância do papel da Abilux para a sociedade?

 

Carlos Eduardo Uchôa Fagundes - A Abilux, como representante do setor de iluminação atua junto aos diversos agentes da sociedade em prol da boa iluminação. Neste contexto é um elemento catalizador na elaboração de normas técnicas de produtos, nas diretrizes da utilização destes produtos, na disseminação de boas práticas em projetos de iluminação, na adesão de conformidade dos produtos quanto a segurança e desempenho pelos elos envolvidos: fabricantes, importadores, arquitetos e comerciantes.

 

Abrac - Como avalia a importância da avaliação da conformidade?

 

Carlos Eduardo Uchôa Fagundes - A plena conformidade de um produto quanto a aspectos de segurança e desempenho é a declaração de que temos um produto utilizável, já que a não conformidade reflete um produto inadequado ao uso. Sendo assim a avaliação de conformidade é uma etapa fundamental para que o usuário final tenha tranquilidade em estar adquirindo produtos condizentes com a finalidade a que se propõem. Ela se inicia na indústria, na concepção, e durante o processo de fabricação de um produto que, se bem aplicada nestas fases, resultará em produtos de alta confiabilidade. Estas avaliações podem ser realizadas pelos próprios fabricantes ou por terceiros. As avaliações de conformidade realizadas posteriormente à saída da fábrica visam validar o esmero da fabricação ou então evitar que produtos não conformes impactem negativamente o usuário final.

 

Abrac – Quais aspectos o novo modelo regulatório do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) trará para a indústria de iluminação?

 

Carlos Eduardo Uchôa Fagundes - Entendemos que as propostas em andamento na revisão da atuação do Inmetro – Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia visam trazer conceitos consagrados em outros países, aliviar o envolvimento do Instituto no processo e prover agilidade no acompanhamento dos diversos produtos disponibilizados no mercado. Existem, porém, aspectos que carecem de adequações condizentes com a realidade brasileira. Eles estão nas áreas de fiscalização e jurídica dos produtos não conformes.

 

Abrac - Como avalia a importância da Abrac e como funciona a relação com a Abilux?

 

Carlos Eduardo Uchôa Fagundes - A Abrac tem relevância na avaliação, por terceiros, dos produtos fornecidos ao mercado. A Abilux mantém estreito contato com a Associação, pois os associados desta são prestadores de serviços aos associados da Abilux.

voltar