Carregando...

São Paulo tem novas regras para bombeiros

São Paulo tem novas regras para bombeiros

Em entrevista dada ao Jornal da Manhã (Jovem Pan), o porta voz do Corpo de Bombeiros de São Paulo, capitão Marcos Palumbo, informou que em 2018 foram realizadas 171 mil vistorias e análises de projetos, mas que mesmo assim, ocorreram 33 mil incêndios em edificações. Esses números, de acordo com Palumbo, vêm caindo desde 1970, quando São Paulo vivenciou dois grandes incêndios: os dos edifícios Joelma e Andraus. Prevenção, segundo ele, é o melhor caminho. Palumbo reforçou que a preservação à vida é o maior objetivo da nova lei. “Nos últimos cinco anos tivemos 166 mil incêndios, que vitimaram 4.658 pessoas. É um número grande e a lei vem para ajudar.”

Sobre as novas atribuições, o capitão do Corpo de Bombeiros esclareceu que não serão todos os profissionais que estarão habilitados para a aplicação de multas. “Temos 80 agentes vistoriantes do departamento de prevenção. São profissionais treinados. Não será qualquer bombeiro que fará a fiscalização. O bombeiro será munido de uma ordem de fiscalização com um QR Code. Qualquer um poderá checar a veracidade dela e pedimos que façam isso”, informou o entrevistado.

voltar